O ELO MAIS FRACO

588354

O ataque de hoje em Estocolmo com caminhão conduzido contra a multidão e o atentado recente que aconteceu em Londres nos faz pensar como estamos suscetíveis a todo tipo de ameaça e o carro é um grande exemplo disso. A polícia britânica é extremamente competente, bem equipada, eficiente, capaz de conduzir 500 investigações (e concluí-las) ao mesmo tempo. Mas foi incapaz de deter um crime assustadoramente grosseiro: um homem com uma faca e um carro.

Em geral, operações complexas demandam muitas pessoas envolvidas, muitos estágios e etapas, ou seja, todo um aparato que diante de uma inteligência policial afiada acaba sendo razoavelmente fácil de desmontar. Mas como parar uma pessoa que decide pegar seu carro e sair matando.

O que aconteceu quase agora e no final de março passado só reforça a tecla que mais costumamos bater aqui: andar pelas ruas é estar sujeito a toda sorte de ataques. A rua pertence aos carros, que nos dominam e nos colocam em risco. A ponta mais frágil dessa cabo de guerra sempre foi e será o pedestre, seguido pelo ciclista.