Arquivo mensal outubro 2016

porLucas Pavel

PARECE QUE O JOGO VIROU, NÃO É MESMO?

Captura de tela 2014-11-02 às 09.09.11

Tanto batemos aqui na tecla dos carros tomando lugar no trânsito, que agora teremos que morder a língua. Não que o espaço ocupado por uma bicicleta se compare a de um carro. O impacto ambiental nulo da bicicleta também deixa os carros no chinelo.

O que acontece é que na Holanda está rolando o boom das bicicletas “SUV”. Estamos falando de bicicletas com caixa na frente no guidão, cadeirinhas para crianças, e até mesmo reboques do tamanho de carrinhos de mão. De acordo com o jornal Telegraph, quase 40% das bicicletas holandesas estão maiores que o tamanho padrão. Esse aumento nas dimensões das bicicletas fez com que a população holandesa ficassem irritados com os ciclistas. Eles são vistos como egoístas por ocuparem muito espaço.

Medidas estão sendo tomadas para lidar com essa mudança, como a criação de vagas mais espaçosas em estacionamento de bike, assim como ciclovias mais largas. Só que esse “crescimento” das bikes não se classifica como um problema, por mais que a população se incomode. Esse incômodo pode ser contornado, mas nada pode ofuscar a constatação que os holandeses prefere as bicicletas aos carros. Se eles até precisam aumentar suas dimensões para comportar carga, crianças, etc, isso significa que a transição que almejamos está sendo feita.

porLucas Pavel

UM DORIA MELHOR

FR12 SÃO PAULO - SP - 09/10/2016 - NACIONAL - EXCLUSIVO EMBARGADO - JOÃO DORIA - O prefeito eleito pelo PSDB na cidade de São Paulo, João Doria anda de bicicleta na ciclo faixa da Faria Lima sentido Largo da Batata. FOTO: FELIPE RAU/ESTADÃO

João Doria anda de bicicleta na ciclo faixa da Faria Lima sentido Largo da Batata. FOTO: FELIPE RAU/ESTADÃO

Se a princípio a vitória de Doria vem junto com uma gritaria contrária a ele, por conta de algumas medidas aparentemente autoritárias, um segundo olhar pode nos levar pra um outro lado.

Muitos reclamam do retorno da velocidade nas pistas das Marginais do Tietê e do Pinheiros, reduzidas pelo Haddad. Mas a verdade é que pistas onde não houve redução de velocidade também experimentaram redução em acidentes. As pessoas estão usando menos o carro por conta da crise econômica do país, o que tem reduzido naturalmente o número de acidentes.

Outra reclamação é a não manutenção do projeto de expansão das ciclovias iniciado por Haddad. Doria acredita que as ciclovias que deram certo, como a Paulista, devem continuar. Mas algumas precisam ser estudadas e talvez desativadas, ou jogadas para a iniciativa privada, para desonerar o Estado.

Vamos colocar o Doria em observação.

porLucas Pavel

Vote de bike

 

Neste domingo muitos brasileiros sairão de suas casas para escolher o seu novo prefeito. Em pesquisa recente publicada pelo Ibope, a população paulistana mudou bastante sua recepção em relação à bicicleta.

De 2007 para cá, a rejeição a andar de bicicleta caiu bastante. Era de 34% antes, agora é de 13%. Certamente, o que ocasionou essa mudança foram as políticas da administração atual que aumentaram a malha cicloviária na cidade.

É um pouco como o uso do cinto de segurança. Ele foi pouco popular entre os brasileiros, hoje em dia a adesão é natural. É uma mudança que se opera no nível microscópico da sociedade e vai se cristalizando aos poucos.

No caminho dessa cristalização, o tema da bicicleta virou moeda para conquista de eleitores nessas eleições municipais. Haddad instituiu mudanças na cidade, mas agora eles estão na boca de todos os aspiras a prefeito de São Paulo. Com devidas discordâncias ligeiras sobre o tema, a bicicleta sempre está lá nas falas deles.

Esse protagonismo da bicicleta tem que estar presente também no eleitorado. Eleitores engajados na causa (ou não), votantes na Igreja ou não, no esquerda ou direita, tanto faz… A camisa da bicicleta perpassa todos esses indivíduos, é um direito humano, uma vivência urbana indispensável.

Entrega Rápida

Produtos nacionais e importados até 7 dias úteis.

Devolução gratuita

Aceitamos devoluções por qualquer motivo e o custo do frete de retorno é nosso.

Formas de pagamento

Aceitamos os principais cartões de crédito e parcelamos em até 12x sem juros.

Compre por telefone (21) 98838-1106
Perguntas Frequentes


Rua Almirante Guillobel 47
Lagoa - Rio de Janeiro - RJ




desenvolvido por