Arquivo mensal junho 2015

porLucas Pavel

PREFEITURA DE SÃO PAULO INAUGURA CICLOVIA DA AVENIDA PAULISTA

Foto: Estadão /Tiago Queiros

Foto: Estadão /Tiago Queiros

Hoje, é a inauguração da ciclovia da Paulista. Todos sabemos que o prefeito Haddad é um grande entusiasta da bicicleta, sempre com idéias e projetos inovadores. Com certeza ele é uma das mais importantes molas propulsoras no processo de transforamação da cidade São Paulo.

Depois de espalhar ciclovias pela cidade, a da Avenida Paulista é um marco! Ao longo da via, são 12 estaçãoes de bicicleta dos bancos Itaú e Bradesco, inúmeros bicicletários (a estimativa é que sejam 100) e um investimento bilionário para criação de 4 km de ciclovia.

Após seis meses de obras a prefeitura estima que o número de ciclistas triplique com esse espaço para incentivar os bairros a se tornarem “mini-holandas! Antes da inauguração, os ciclistas eram obrigados a ir pela rua, o que é extremamente perigoso e já causou a morte de alguns ciclistas.

Mas, a transformação não para por aí, além da ciclovia, a Avenida Paulista sera fechada aos carros nos domingos, dando espaço a uma gigantesca area para as pessoas, como um parque!

Por isso, deixamos registrado mais uma vez o nosso Parabéns: valeu prefeitura de Sampa que não mediu esforços para selar a paz entre ciclistas, motoristas e pedestres, construindo um espaço destinado especificamente para a circulação de ciclistas na avenida Paulista. Fantástico, não?

porLucas Pavel

SEGREDOS DE BICILIQUIDIFICADOR

Captura de tela 2015-06-15 às 22.31.02

Imagine que você quer tomar um suco de abacaxi e no lugar onde você mora existe uma baixa de energia elétrica? O que você faz? Você PEDALA! Certo?

Isso mesmo. Um projeto chamado Maya Pedal, desenvolvido na Guatemala, reúne o trabalho de moradores locais e voluntários do mundo todo para transformar bicicletas em máquinas de diversas funções.

Em lugares com recursos técnicos precários, às vezes a bicicleta é o mais próximo de maquinaria que a comunidade tem. Então, o projeto canaliza essa possibilidade no caminho dessa necessidade, amparando pessoas em regiões pobres.

O projeto nasceu em 1997 e tem como objetivo o desenvolvimento sustentável de diferentes partes do globo.

Confira:

porLucas Pavel

ROUBO A BICICLETAS GANHA UMA CARA

7d9xahil3pca5wgzu65x3fkco

Em virtude do número de roubos de bicicleta e do incidente envolvendo o médico Jaime Gold, que foi morto a facadas enquanto andava de bike na Lagoa, a Alerj aprovou uma lei (02/06) que vai ajudar a combater esse tipo de crime. O texto tem 15 dias para ser sancionado pelo governador.

Até então, se você tivesse sua bicicleta roubada, seu caso seria registrado como “roubo a transeunte”. Essa classificação é muito genérica e não ajuda na identificação dos lugares onde esse tipo de crime ocorre com mais frequência. Se aprovada, a lei classificará esse tipo de infração como “roubo ou furto de bicicleta”. Com isso, ela passará a integrar as estatísticas do Instituto de Segurança Pública (ISP).

Agora, o roubo de bicicletas vai ter uma cara, assim como roubo a veículo, celular ou estabelecimento comercial já existiam há muito tempo. E com uma cara, fica mais fácil combater e prevenir.

Mais uma conquista para nós, ciclistas!

porLucas Pavel

9 jeitos de carregar a sua cerveja na bike

Você gosta de tomar uma cerveja em casa, depois do trampo?

Vai pro trabalho de bicicleta? Então já sabe qual o próximo acessório obrigatório pra sua bike.

roetzmet_bierdragerkl

kratvast2

rondbiertasjewijnflesdrager-1

6packcrinch

bierblikhouder

growler-city-bike-4 growlercage
oranjeflessenhouder

 

 
porLucas Pavel

Pedaladas da presidente

DILMA ROUSSEFF/PASSEIO DE BICICLETA

As pedaladas da presidenta Dilma, registradas por todas as mídias, tem repercutido positivamente não só como bom exemplo da prática do exercício como para sua imagem. Tomara que estas pedaladas também façam nossa presidenta incentivar o ciclismo urbano no país, promovendo melhorias na infraestrutura cicloviária e reduzindo impostos sobre o custo das bicicletas. O planeta e os ciclistas urbanos agradecem.

porLucas Pavel

camaleão urbano

A população ainda se recupera do baque sofrido. Notícias de violência sempre deixam algum tipo de “sequela” no imaginário das pessoas. Elas se sentem mais inseguras, tendem a evitar certos trechos e horários, demonstram sua insatisfação nas redes sociais, em protestos… A lista é grande. No entanto, o esfaqueamento do médico Jaime Gold na Lagoa (19) parece ter sido uma ferida mais funda e bem difícil de suturar. A faca virou um objeto de piada e de medo, talvez até na mesma medida. Aliás, a onda de ataques com armas brancas no Rio tornou-se alimento para uma sensação generalizada e às vezes silenciosa de desamparo.

Porém, o que esse desespero não revela – ou antes abafa – é o estado de insegurança a que estão submetidos ciclistas como Jaime todos os dias. Áreas como Lagoa, Aterro, Praça Paris, os entornos do Maracanã ou outros lugares voltados para o lazer público têm sido largadas ao seu bel-prazer há anos. Não que o descaso seja aceitável, mas ao menos esse é um descaso notório e conhecido, quase que visível a olho nu.

Diariamente, ciclistas se arriscam pelas ruas da cidade sem qualquer infraestrutura. A ciclovia virou um commodity alegoricamente plantado em locais estratégicos como os citados acima. Neles, a bike é uma experiência que se firma muito mais como exceção do que como regra. O ciclista das ruas inveja o ciclista desses locais “pra inglês ver” porque o primeiro simplesmente não tem onde pedalar, enquanto o segundo tem a faixa fake só pra ele. Os dois saem perdendo, por assim dizer.

O que dá pra fazer é viver tirando fino em ruas abarrotadas de carros e ônibus, ouvir desaforos de pedestres incomodados com a presença das magrelas nas calçadas e, quando você finalmente chegar ao seu destino, torcer para que haja nesse local um bicicletário (seguro) para você amarrar sua bicicleta.

Entrega Rápida

Produtos nacionais e importados até 7 dias úteis.

Devolução gratuita

Aceitamos devoluções por qualquer motivo e o custo do frete de retorno é nosso.

Formas de pagamento

Aceitamos os principais cartões de crédito e parcelamos em até 12x sem juros.

Compre por telefone (21) 98838-1106
Perguntas Frequentes


Rua Almirante Guillobel 47
Lagoa - Rio de Janeiro - RJ




desenvolvido por